Representantes sindicais dos servidores, em greve, são recebidos pelo prefeito Ulisses Maia

Notícia

Representantes dos sindicatos de servidores estaduais do Paraná e do Comando Unificado de Greve (UEM, APP e Saúde) foram recebidos ontem (2/7), em audiência, pelo prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PDT). O presidente do Sinteemar, José Maria Marques, foi o primeiro a sepronunciar e fez uma explanação geral de como está a situação da categoria em greve há nove dias, pela recomposição salarial.

Há quatro anos sem a data-base, os servidores do Estado do Paraná amargam uma defasagem salarial de 17,04%, o que equivale a dois salários a menos por ano, na conta de cada servidor. No momento a categoria reivindica a recomposição salarial de 4,94%, que são referentes à inflação do último ano.

Durante o encontro que contou ainda com os representantes do Diretório Central dos Estudantes da UEM e igreja católica, Maia se comprometeu a levar as demandas ao governador Ratinho Junior (PSD). O prefeito disse que a situação é bastante preocupante e garantiu que vai transmitir pessoalmente as reivindicações dos grevistas ao chefe do Executivo paranaense.

Hoje (3/7) o Hospital Universitário de Maringá (HUM) vai divulgar como deve ser o funcionamento do hospital neste período de greve, devendo atender as urgências e emergências e as consultas anteriormente marcadas.